IAB Campinas

Blog

12
jun

Arquitetura abre oportunidade para estrangeiros no Brasil

Arquitetura  é uma das profissões que lidera a lista de oportunidades para estrangeiros que procuram melhores salários no Brasil. Um estudo da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) do governo federal revela a necessidade de trazer cerca de seis milhões de profissionais estrangeiros para o Brasil nos próximos anos para suprir a demanda nacional por m]ao de obra qualificada.

[spacer size=”10″]

“Imigrantes qualificados são o foco do esforço. Não é uma política geral de imigração, é uma estratégia de atração de cérebros”

[spacer size=”10″]

A afirmação acima é do ministro-chefe interino da SAE, Marcelo Neri.

[spacer size=”10″]

Um dado interessante e que segundo o estudo da SAE, é que o numero de estrangeiros no Brasil representa apenas 0,2% da população o que coloca o Brasil entre os países com a menor proporção de imigrantes em sua população.

[spacer size=”10″]

Segundo Neri o Brasil é um país fechado para estrangeiros, e esta situação deve ser revertida com estratégias para atrair profissionais que adotam os sistema de pontos como ocorre na Austrália e no Canadá.

[spacer size=”10″]

A pesquisa foi baseada num levantamento feito pela consultoria Brain que aponta os seguinte profissões que estão em falta no Brasil:

[spacer size=”10″]
  • Médicos;
  • Engenharia Civil,
  • Engenharia Química;
  • Arquitetura.
[spacer size=”10″]

De acordo com a matéria de Camilla Costa, o Brasil é um dos países com a menor proporção de imigrantes em sua população, o que reflete “um fechamento do país ao fluxo de pessoas”. Os estrangeiros, que hoje representam 0,2% da população, subiriam para 3% com a adição de seis milhões de pessoas.

[spacer size=”10″]

Segundo o presidente da Federação Nacional de Arquitetos (FNA)  Jeferson Salazar, cerca de 7 mil profissionais de arquitetura são colocados no mercado anualmente, mas não são absorvidos pelo setor publico apesar de existir a demanda.

[spacer size=”10″]

“Nos últimos 25 anos, o número de escolas no Brasil cresceu seis vezes. A quantidade de jovens arquitetos com subemprego ou desempregados no país é imensa e o governo não tem nenhum plano para utilizar esse exército de mão de obra”, afirmou  Salazar.

[spacer size=”20″]

Mercado de Arquitetura no Brasil

[spacer size=”10″]​

Profissionais no mercado

96.646

[spacer size=”10″]

Exigências para atuar na profissão

– Ser formado em Arquitetura.
– Estar registrado no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea) da região em que atua.

[spacer size=”10″]

Regulamentação

Lei nº 5.194, de 24 de dezembro de 1966 (2).

[spacer size=”10″]

Ganho inicial (média mensal)

De R$ 3 mil a R$ 5 mil

[spacer size=”10″]

Ganho escalão intermediário (média mensal)

R$ 8 mil

[spacer size=”10″]

Ganho no auge (média mensal)

Acima de R$ 12 mil

[spacer size=”10″]

Atividades do início de carreira

Aprimora as atividades aprendidas no estágio, de criação, desenvolvimento de projetos, além de acompanhamento de obras.

[spacer size=”10″]

Evolução da profissão

O profissional começa a carreira ajudando a realizar os projetos para só depois executá-los  sozinho. Conforme adquire experiência, consegue escolher e propor seus próprios projetos. No auge da carreira, é convidado a realizar trabalhos.

[spacer size=”10″]

Auge da carreira

15 anos

[spacer size=”10″]

Numero de Arquitetos por mil habitantes no mundo

Numero de Arquitetos por mil habitantes no mundo

[spacer size=”10″]

Brasil precisa de 6 milhões de profissionais estrangeiros

[spacer size=”10″]

Segundo o   ministro-chefe interino da SAE Marcelo Neri, o programa de incentivo para a atrair profissionais estrangeiros deve estar pronto e entregue a Presidente Dilma Roussef no mês de Julho de 2013.

[spacer size=”10″]

“Imigrantes qualificados são o foco do esforço. Não é uma política geral de imigração, é uma estratégia de atração de cérebros.”, disse o ministro

[spacer size=”10″]

Neri afirmou “O Brasil é muito fechado para imigrantes, mesmo em relação à América Latina que já não é tão aberta para estrangeiros.”

[spacer size=”10″]

Enquanto o IPEA-Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada que também é presidido pelo Ministro Marcelo Neri, uma pesquisa de Escassez de Talentos 2012 da consultoria internacional Manpower Group, aponta que o Brasil é o segundo país do mundo em dificuldade para preencher vagas, perde apenas para o Japão. Os principais motivos são: falta de candidatos disponíveis e a falta de especialização.

[spacer size=”10″]

“O verdadeiro apagão de mão de obra está na base, na mão de obra pouco qualificada, que é onde os salários estão subindo mais”, diz o ministro Marcelo Neri, que é também o presidente do Ipea. “Sou a favor da vinda de alguns profissionais qualificados que possam contribuir com o desenvolvimento da arquitetura no Brasil. Esses profissionais serão bem-vindos se trouxerem contribuições.” completou o Ministro.

[spacer size=”10″]